*Conteúdo publicado inicialmente no dia 09/02/2020, mas atualizado em 05/09/2021*

Selva Amazônica, um lugar de superlativos. São 5,5 milhões de km² estendidos por nove países sul-americanos: Brasil, Bolívia, Peru, Colômbia, Equador, Venezuela, Guiana, Suriname e Guiana Francesa. Toda essa área abriga a maior floresta tropical e o maior arquipélago de águas fluviais do mundo. Ou seja: é o paraíso de todo ecoturista.

Você conhece as lendas amazônicas?
Selva Amazônica: o que fazer e por que vale a pena conhecer

Portanto, que tal seguir viagem pela região e, de quebra, contemplar cenários surreais, sentir o aroma das flores, observar a vida animal em seu habitat natural e navegar pelas águas dos rios Negro e Solimões? A gente preparou pra você um compilado de informações bem valiosas e cheias de curiosidades sobre a Selva Amazônica. Quem sabe você não se anima a fazer do destino a sua próxima aventura? Se liga só!

Curiosidades sobre a Selva Amazônica

Selva Amazonica Brasil shutterstock 1486061105

Fique por dentro de uma série de informações e curiosidades sobre a Selva Amazônica | Crédito: Shutterstock

#1. Manaus, a capital do estado do Amazonas, é a maior porta de entrada para a selva. Da cidade, o trajeto para a floresta é feito de barco.

#2. Ao mesmo tempo, também existem cruzeiros que navegam pelos rios Negro, Solimões e Amazonas. Inclusive, por falar nisso, você sabia que o Rio Amazonas é o segundo rio mais comprido do mundo? Ele perde apenas para o Rio Nilo, no Egito. Além disso, nos países andinos o Amazonas é chamado de Rio Marañón. Em 2007, o nadador esloveno Martin Strel encarou o Rio Amazonas e o percorreu de ponta a ponta nadando. Adivinha? Ele levou 66 dias para concluir o percurso. 

#3. Há embarcações que partem de outras cidades da região Norte do Brasil em direção à Estação Hidroviária de Manaus, como Belém e Santarém.

#4. A vacinação contra a febre amarela não é obrigatória para a visita ao destino. Porém, ainda assim ela é recomendada para todos os viajantes.

Ecoturismo no Brasil: confira lista com 10 destinos

#5. Na Selva Amazônica chove e chove muito, principalmente de dezembro a maio. Este período, por sua vez, é ideal para explorar o destino de barco, fazer passeios de canoa pelos igapós (floresta inundada) e observar os animais que vivem no topo das árvores, como aves e macacos.

#6. Por outro lado, o período de julho a novembro, meses em que há menos ocorrência de chuva, é melhor para praticar pesca, observar botos, fazer caminhadas em terra firme e curtir as praias fluviais.  

Amazônia - Brasil | Crédito: Shutterstock

A Selva Amazônica é o habitat de muitos animais e espécies de plantas | Crédito: Shutterstock

#7. Ainda que ostente o título de maior biodiversidade do planeta, é mais fácil flagrar animais em regiões como o Pantanal do que na Selva Amazônica. Mas pode ter certeza de que os passeios oferecem grande chance de você se deparar com pássaros, macacos, jacarés e botos, por exemplo. Se tiver um pouco de sorte, também consegue ver bichos-preguiça. No entanto, mamíferos como antas, pacas e onças são raramente vistos por ali.

Pantanal: tudo o que você precisa saber sobre o destino

#8. Boa parte dos hotéis de selva fica na região do Rio Negro, já que, por conta da sua acidez, impede a proliferação de insetos.

#9. Tá a fim de aproveitar ao máximo o que a região tem a oferecer? Então considerar uma viagem entre cinco e sete dias é uma boa pedida.

#10. Não deixe de fora da sua mala: chapéu, trajes de banho, repelente contra insetos, protetor solar e o kit farmacinha, com os medicamentos habituais. Para os passeios na floresta, leve calças compridas e maleáveis, capa de chuva e calçado confortável e resistente.

#11. Já ouviu falar da Pororoca, certo? De origem tupi, essa palavra quer dizer “grande estrondo”. Ela foi adotada para se referir ao encontro do mar com o rio, o que causa uma onda de até quatro metros de altura que pode durar até 1h30. 

#12. A maior árvore da Selva Amazônica mede 88 metros de altura e está localizada no extremo norte do Brasil.

Selva Amazonica Brasil shutterstock 722601193

Acredite: estima-se que mais ou menos 20% de todo o oxigênio do mundo seja produzido na Selva Amazônica | Crédito: Shutterstock

#13. Já que a gente tá falando em tamanho, vale saber que a Sucuri, considerada a maior cobra do mundo, é uma das moradoras da Selva Amazônica. Acredite: ela pode chegar a 9 metros de comprimento e pesar até 135 kg. Outro animal nativo de lá é a onça-pintada, que ganhou a alcunha de maior felino da América do Sul. De brinde, é o terceiro maior do planeta.

Para viajar pelo Brasil: veja alguns dos destinos mais bonitos do país

#14. Outro habitante da floresta é a centopeia-gigante-amazônica. Apesar das suas dimensões serem assustadoras para a espécie – pode ultrapassar os 30 cm de comprimento -, elas comem sapos, morcegos, ratos, lagartos, insetos e tarântulas, por exemplo.

#15. Estima-se que a Selva Amazônica exista há pelos 55 milhões de anos e que algo em torno de 400 bilhões de árvores de 16 mil espécies diferentes cresçam por ali. Juntas, elas produzem algo em torno de 20% de todo o oxigênio do mundo. Já pensou?

10 destinos de tirar o fôlego
12 cartões-postais mais famosos do Brasil: quantos você conhece?

E aí, se animou a visitar a região? Então não perca tempo, não, e procure agora mesmo um(a) agente de viagens! Dessa forma você embarca com toda a segurança, tem acesso a todas as informações e ainda ganha um roteiro que é a sua cara 😉 

Fonte segueviagem.com.br

Recommended Posts

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *