Capital da cultura, dos negócios, do entretenimento e da gastronomia. A verdade é que não importa qual seja o motivo da sua viagem para a capital paulista, uma coisa é fato: ela não decepciona nunca. E não estamos exagerando quando dizemos que ela tem atrativos para todos os gostos e estilos, não! A cidade é um destino mais do que completo, cheio de histórias e de lugares para visitar. Falando nisso, bora conhecer os cartões-postais de São Paulo? Eles definitivamente merecem uma foto, então espia só quais são eles!

9 lugares ao ar livre para curtir em São Paulo

Principais cartões-postais de São Paulo

1. Estação da Luz

shutterstock 332675567

Estação da Luz – São Paulo | Crédito: Shutterstock

Com estruturas trazidas da Inglaterra e que, por isso mesmo, lembram o Big Ben e a Abadia de Westminster, a Estação da Luz foi aberta para o público em 1901. Com o passar do tempo se tornou porta de entrada para os imigrantes, bem como ponto de parada para todos os que tinham a capital paulista como destino. Quer saber uma curiosidade sobre ela? O complexo arquitetônico foi tombado pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico, Arqueológico e Turístico. Já deu pra ter uma dimensão da sua importância, né?

2. Theatro Municipal de São Paulo

Theatro Municipal de São Paulo – São Paulo | Crédito editorial: Luigi Saria/Shutterstock.com

Este que é um dos principais cartões-postais de São Paulo conta com charmosa arquitetura e mais de 14 mil vitrais. Aberto em 1911, era point da burguesia paulista da época. Ao mesmo tempo, foi palco para a Semana de Arte Moderna de 1922, que marcou o início do Modernismo no país. Hoje em dia, o Theatro Municipal é a casa da Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo, do Coral Paulista Mário de Andrade, de um grupo de balé, da Orquestra Experimental de Repertório e do famoso Quarteto de Cordas da cidade. Para coroar, sua estrutura inclui um restaurante e um café, o que significa que o passeio ali é completo.

3. Memorial da América Latina

shutterstock 1328493686

Memorial da América Latina – São Paulo | Crédito editorial: Victor Hugo K F/Shutterstock.com

Idealizado por Oscar Niemeyer e construído em 1989, o Memorial da América Latina tinha como objetivo estreitar as relações políticas, econômicas, sociais e culturais com os outros países da América Latina. Tá a fim de explorar suas instalações? Então saiba que ali você vai encontrar uma biblioteca, a Galeria Marta Traba (voltada à divulgação da arte latino-americana), o Pavilhão da Criatividade (com 4 mil peças de arte popular do Brasil), o Auditório Simon Bolívar e um centro de estudos. Para completar, a Praça Cívica é um espaço enorme para shows e eventos e enfeitada por diversas obras.

4. Avenida Paulista

Avenida Paulista - São Paulo | Crédito: Shutterstock.com

Avenida Paulista, um dos nomes mais conhecidos da cidade – São Paulo | Crédito: Shutterstock

Descrever a Avenida Paulista é fácil, fácil: é a avenida mais badalada da cidade e um dos cartões-postais mais icônicos do destino. Isso porque, seja durante o dia ou à noite, oferece um mar de possibilidades aos visitantes. O que você vai ver por lá? Bem, para começar, tem o Museu de Arte Moderna Assis Chateaubriand (MASP), a Casa das Rosas, o Parque Trianon, vários cafés, construções antigas, lojas e prédios elegantes onde funcionam inúmeras empresas. Quer mais? O local é palco para as principais festas da cidade, como o Réveillon, a Parada do Orgulho LGBT e a largada da tradicional Corrida de São Silvestre, realizada todos os anos no dia 31/12.

Prepare-se para se deparar com muitos artistas de rua e para cruzar com pessoas diferentes, já que a Avenida Paulista é um refúgio para todas as tribos. Se quiser entender a essência de Sampa, basta observar o vaivém de pessoas pela avenida.

5. Edifício Copan

shutterstock 129334655

Edifício Copan – São Paulo | Crédito editorial: wideweb/Shutterstock .com

O Copan, inaugurado em 1966, também é fruto da maestria do lendário Oscar Niemeyer. Seus mais de 115 metros de altura são distribuídos em seis blocos de 32 andares que, por sua vez, abrigam residências e lojas. Tamanha grandiosidade o transformou na maior estrutura de concreto do país e no maior edifício residencial da América Latina. Dica: do alto do prédio, a vista panorâmica da cidade é de tirar o fôlego, portanto não perca a chance de fazer muitas fotos, OK?

6. Viaduto do Chá

Viaduto do Cha Sao Paulo Credito editorial Deni Williams shutterstock 551465290

Viaduto do Chá – São Paulo | Crédito editorial: Deni Williams/Shutterstock.com

Primeiro viaduto da capital paulista, o Viaduto do Chá leva esse nome porque ficava pertinho de uma extensa plantação de chá da Índia. Ligando a Rua Direita (Centro Velho) à atual Rua Barão de Itapetininga (Centro Novo), sua estrutura metálica veio da Alemanha. Inaugurado em 1892, também faz parte da listinha dos cartões-postais de São Paulo. Resumindo bem, é imperdível e promove um genuíno passeio pelo túnel do tempo. Aqui também vale a pena aproveitar para tirar muitas fotos, viu?

7. Catedral da Sé

Catedral da Se Sao Paulo shutterstock 420864997

A imponência da Catedral da Sé – São Paulo | Crédito: Shutterstock

Apesar de a construção mais recente ser de 1954, a primeira igreja construída no local data de 1591. Inicialmente feita de barro e palha, a Velha Sé foi idealizada pelo cacique Tibiriçá, ao passo que o projeto atual foi assinado pelo alemão Maximilian Emil Hehl. Sua estrutura conta com duas torres principais, uma cripta aberta para visitação e 30 câmaras mortuárias, que mantêm os corpos de bispos e arcebispos, assim como os restos mortais do próprio cacique Tibiriçá. Para completar, em frente à catedral fica o marco zero de São Paulo, de 1934.

A Catedral da Sé, um dos maiores símbolos de Sampa, impressiona pela sua majestade. Em outras palavras, reserve um tempinho para fotos e para explorá-la com calma.

8. Museu de Arte Moderna Assis Chateaubriand (MASP)

MASP - São Paulo | Crédito: Shutterstock.com

MASP visto de cima, bem como parte da Avenida Paulista – São Paulo | Crédito: Shutterstock

Você sabia que o MASP guarda um dos acervos mais importantes de todo o Hemisfério Sul? Afinal, em seu interior dá para encontrar obras de Candido Portinari, Di Cavalcanti, Anita Malfatti, Renoir, Monet, Picasso, Van Gogh e Chagall, por exemplo. Dono de uma arquitetura em estilo modernista, é o único do mundo que tem seu corpo principal suspenso por quatro pilares. Quer fazer um lanchinho? Pois já pode se alegrar, uma vez que sua estrutura também compreende uma cafeteria e um restaurante, além de uma loja de lembrancinhas.

9. Ponte Estaiada

Ponte Estaiada Sao Paulo shutterstock 1420355708

O visual da Ponte Estaiada – São Paulo | Crédito: Shutterstock

Suspensa por cabos de sustentação, a Ponte Estaiada tem duas pistas em curvas separadas, sendo a única do mundo com essas características. Entre os mais bonitos cartões-postais de São Paulo, cruza o Rio Pinheiros e liga a Avenida Jornalista Roberto Marinho à Marginal Pinheiros. O que vai encontrar nos arredores? Guarde bem esses nomes: o Parque Ibirapuera, o cinco-estrelas Morumbi Shopping e o Eataly, maior rede italiana de supermercado do planeta, são apenas alguns exemplos.

10. Museu do Ipiranga

Vista aerea do Museu do Ipiranga Sao Paulo shutterstock 370776977

Vista aérea do Museu do Ipiranga – São Paulo | Crédito: Shutterstock

O nome já diz tudo: o museu fica no bairro do Ipiranga. Corresponde a um edifício grande e imponente situado em meio ao belo Parque da Independência, de clima europeu. Em seu interior estão mais de 125 mil peças em exibição, que vão do período entre o século 17 e meados do século 20 da história brasileira e do estado de São Paulo. No momento o Museu do Ipiranga está fechado para o público, mas a previsão de reabertura é 2022. Ou seja: tá logo aí! Sendo assim, que tal, por enquanto, aproveitar a vibe do parque? Ele é excelente para a prática de esportes e para quem quer simplesmente relaxar.

6 lugares para passear no interior de São Paulo

E aí, se animou a conferir esses cartões-postais de São Paulo? Então não perca tempo, não, e procure um agente de viagens. Assim você tem acesso às melhores dicas e, de quebra, às melhores opções de hospedagem. Ah, sim, e depois não se esqueça de contar pra gente como foi, viu? Dessa forma você ajuda a esclarecer as dúvidas de outras pessoas!

Fonte segueviagem.com.br

Recommended Posts

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *