São Miguel dos Milagres - Alagoas | Crédito: Shutterstock

São Miguel dos Milagres – Alagoas | Crédito: Shutterstock

As definições de paraíso foram atualizadas com sucesso! Afinal, não existe palavra melhor para descrever São Miguel dos Milagres. Embora ainda não faça parte do roteiro da maioria das pessoas que visitam Maceió, por exemplo, o município alagoano tem conquistado sua popularidade aos poucos.

7 passeios em Maceió (AL) para fazer na sua próxima viagem

Parte da Costa dos Corais, segunda maior barreira de corais do planeta, o destino transborda beleza e tranquilidade. Por isso mesmo, é a escolha certa para quem quer deixar o estresse de lado, ficar de frente para o mar e voltar da cor do pecado.

Tá a fim de saber o que fazer em São Miguel dos Milagres? Joia! Então leia este post até o final, porque ele está recheado de dicas boas!

1. Visite as praias de São Miguel dos Milagres, é claro!

Praia do Toque São Miguel dos Milagres shutterstock 1639918102

Praia do Toque – São Miguel dos Milagres – Alagoas | Crédito: Shutterstock

Para começar, existe uma que leva o nome do destino: Praia de São Miguel dos Milagres. Como ela fica na região central e é de fácil acesso, costuma ser movimentada aos finais de semana, indo na contramão da calmaria que toma conta do município. Mas, apesar do grande fluxo de pessoas aos sábados e domingos, vale a pena reservar um tempinho para visitá-la: não só tem uma das melhores piscinas naturais da região, como o verde-azulado das águas – sempre mornas – é hipnotizante.

Ao mesmo tempo, a Praia do Toque é considerada uma das mais bonitas de Milagres. Preservada, o destaque vai para o mar límpido, tão clarinho que é fácil, fácil ver os peixes. Esse fenômeno também é explicado pela existência de uma barreira de recifes a 1 km da orla, o que favorece a ausência de ondas. Suas areias abrigam diversas pousadas e restaurantes; porém, ainda assim o lugar consegue se manter sossegado, já que não é permitido chegar de carro até lá. A Praia do Riacho é bem similar e, portanto, mais uma excelente opção para passar o dia.

Quer mais? Pois saiba que ainda dá para aproveitar a Praia Porto da Rua, que desponta como uma das mais agitadas da região e também não decepciona quem procura por águas cristalinas.

Se estiver de carro, melhor ainda! Nesse caso, a dica é estender a viagem até os vizinhos Passo de Camaragibe e Porto de Pedras. Isso significa conhecer as praias de Barra do Camaragibe, Tatuamunha, Laje e Patacho – esta última figurando como uma das melhores do país. Bônus: a Praia do Marceneiro, cuja ausência de bares e restaurantes a torna praticamente deserta.

2. Faça pelo menos um passeio de jangada

Piscinas naturais São Miguel dos Milagres shutterstock 1303227826

Piscinas naturais – São Miguel dos Milagres – Alagoas | Crédito: Shutterstock

Fala sério: não tem como embarcar para um destino que faz parte da Costa dos Corais e não fazer nenhum passeio de jangada. Mesmo porque esse é o meio de transporte oficial utilizado para chegar até as belas piscinas naturais. Mas, ó, atenção: certifique-se com o jangadeiro de que a maré estará baixa no momento do passeio, caso contrário pode não ser tão legal assim, já que corre o risco de a água ficar turva, OK? Os principais pontos de partida são as praias do Riacho e do Toque.

Caso você se amarre em mergulho e snorkeling, se possível, leve seu próprio equipamento. Sabe por quê? A maior parte dos locais não trabalha com o aluguel desses itens, então é melhor não arriscar. Assim você não perde a chance de admirar a fascinante vida marinha.

3. Dê um pulo no Mirante de São Miguel dos Milagres

A beleza de São Miguel dos Milagres é evidente quando se está caminhando pelas praias. No entanto, quando vista de cima, é de tirar o fôlego. E é exatamente essa a missão do mirante: exibir toda a formosura da região, sem rodeios. O único porém é que a estrada para chegar até o mirante é bastante íngreme, o que significa que o jeito mais confortável de se locomover é de carro. De toda forma, pode ter certeza de que vale a pena!

4. Veja peixes-boi de pertinho

Rio Tatuamunha Porto de Pedras Alagoas Crédito editorial Caio Pederneiras shutterstock 1641258760

Vista aérea do Rio Tatuamunha, área de pesquisa do Projeto Peixe-Boi – Porto de Pedras – Alagoas | Crédito editorial: Caio Pederneiras/Shutterstock.com

Talvez você nunca tenha pensado na possibilidade de se ver frente a frente com um peixe-boi, mas, acredite, a experiência pode ser muito bacana. Inclusive, quem se interessar pode se dirigir à Praia de Tatuamunha, no município vizinho de Porto de Pedras. Isso porque o Rio Tatuamunha, que deságua no mar, é sede do Santuário do Peixe-Boi, que protege os animais ameaçados de extinção. Passeios de jangada podem ser feitos até o local. Entretanto, é sempre válido fazer uma reserva antecipada, visto que são permitidos somente 70 visitantes por dia. Ah, e não faça feio: nem tocar, nem alimentar os animais. As duas coisas são proibidas, viu?

Depois, aproveite para passear tranquilamente pela vila de Porto de Pedras, pontilhada de casinhas coloridas. O farol, que pode ser acessado a partir do centro do destino, descortina uma vista panorâmica arrebatadora. Então já sabe: câmera ou celular em mãos, viu?

5. Estenda a viagem para outros destinos

passeios em maragogi

Mirante do Cruzeiro – Maragogi – Alagoas | Crédito: Shutterstock

Tá bom, a gente sabe: nem sempre dá pra fazer isso por conta do tempo. Mas, se você vir alguma brechinha no itinerário, não pense duas vezes! Maragogi está a 37 km de distância, enquanto Maceió, a capital alagoana, fica a 106 km. Assim como acontece em São Miguel dos Milagres, um dos grandes destaques de Maragogi são as piscinas naturais, acessadas de barco e formadas por recifes de corais. Tamanha beleza rendeu à cidade o apelido carinhoso de Caribe Brasileiro.

Alagoas: 6 passeios em Maragogi

Simultaneamente, Maceió é conhecida mundo afora pela sua linda coleção de praias, como Gunga, Ponta Verde, Jatiúca, Pajuçara e Francês. Além disso, oferece todas as facilidades de uma cidade grande, combinando atrativos naturais e históricos, como é o caso do Museu Palácio Floriano Peixoto.

E aí, se animou a visitar São Miguel dos Milagres? Então consulte agora mesmo um agente de viagens e comece a planejar seu roteiro! Caso já tenha tido a chance de visitar a região, melhor ainda! Deixe um comentário contando pra nós como foi a sua aventura, pois assim você ajuda a esclarecer as dúvidas de outras pessoas 😉

Fonte segueviagem.com.br

Recommended Posts