Marcos Guilherme viu o Santos sem sintonia na derrota do Santos por 1 a 0 para o Libertad (PAR) na noite desta quinta-feira, em Assunção. 

O Peixe pouco criou e acabou eliminado nas quartas de final da Sul-Americana mesmo com o 2 a 1 na ida, na Vila Belmiro, por causa do gol fora do Libertad.

“Não sentimos (a importância do jogo), mas perdemos para nós mesmos. Nossa equipe é muito junta. Quando todos fazem trabalho juntos, desde trás até a frente, coisas saem mais fáceis. Nosso conjunto é muito bom, bem treinado, mas hoje perdemos para nós mesmos, não jogamos como treinamos. E quando isso acontece, tudo fica mais difícil em campo”, disse Marcos, em entrevista coletiva.

“Quando time todo não está em sintonia, fica difícil. Temos uma maneira clara de jogar, todos têm isso em mente. Quando não conseguimos jogar como treinamos, fica mais difícil. Era um objetivo grande, mas a culpa é nossa, dos jogadores, que infelizmente não conseguimos atuar bem. Vou bater nessa tecla pois não atuamos da forma que gostaríamos e pagamos por isso. A culpa é nossa, dos jogadores em campo. Primeiro tempo muito abaixo, começando por mim. Não pressionei como deveria, não joguei como deveria. A culpa é nossa por não fazer o que foi treinado”, completou.

Fora da Sula, o Santos voltará a campo para enfrentar o Internacional no domingo, na Vila Belmiro, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro. Além do Nacional, o Peixe ainda está na Copa do Brasil e enfrentará o Athletico nas quartas de final.

Deixe seu comentário

Fonte gazetaesportiva.com

Recommended Posts

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *