O britânico Daniel Evans (28º do ranking mundial) se classificou nesta terça-feira para a segunda fase do torneio ATP 250, em Doha, onde terá a honra de ser o primeiro adversário de Roger Federer no retorno às quadras do suíço após treze meses de ausência.

Evans derrotou o francês Jérémy Chardy (54º) na primeira rodada, sob o olhar atento de Federer, que ficou brevemente instalado nas arquibancadas ao lado de seu técnico Ivan Ljubicic.

Sexto colocado no ranking da ATP, Federer ficou isento de disputar essa primeira fase e fará seu retorno às competições na quarta-feira, mais de 400 dias após sua última partida oficial, na semifinal do Aberto da Austrália em 2020, perdida para Novak Djokovic.

Nesse período, o suíço, que fará 40 anos em agosto, foi operado duas vezes no joelho direito, mas está muito “feliz” e entusiasmado com a ideia de retornar às competições.

“O tênis é como a bicicleta: eu sei fazer”, disse ele em entrevista coletiva antes do início do torneio, explicando que sua única incerteza está centrada na resposta de seu joelho ao encadeamento das partidas.

O britânico é um dos que melhor sabe como está Federer, porque treina com ele há duas semanas.

“Ele me pareceu estar bem nos treinos. Se ele estiver realmente em boa forma, vai ser difícil para mim. Mas vou aproveitar, acho que vai ter o máximo de público possível (dependendo das medidas de saúde) e é sempre bom jogar à noite, especialmente contra um tenista como Roger”, disse Evans.

O post Daniel Evans será o primeiro adversário de Federer em 13 meses apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Recommended Posts

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *