Os Jogos Paralímpicos de Tóquio estreiam na próxima terça-feira. Romário, capitão da Seleção Brasileira de goalball, está prestes a fazer sua quarta participação no torneio. Nenhum outro jogador do elenco conquistou este feito.

O atleta nasceu em Natal, Rio Grande do Norte, acometido por uma retinose pigmentar. Romário, de 32 anos, recebeu seu nome em homenagem ao jogador de futebol tetracampeão do mundo em 1994.

O atleta iniciou sua carreira no goalball em 2005. Três anos depois, em Pequim, o Romário figurou pela primeira vez nos Jogos Paralímpicos. Na China, os brasileiro não fizeram uma boa campanha e terminaram em 11º lugar. Porém, em Londres-2012, o Brasil conquistou a medalha de prata, perdendo para a Finlândia na final.

A Seleção está no Grupo A, junto com Lituânia, Argélia, Japão e Estados Unidos. O Brasil estreia na modalidade na próxima quarta-feira, contra os lituanos, às 21 horas (de Brasília).

Romário reafirmou a dificuldade dos Jogos, mas pregou foco na briga pelo ouro.

“Jogos Paralímpicos não são fáceis, mas a gente sabe da capacidade da equipe brasileira e desses jogadores que estão aqui, vamos suar sangue para conseguir essa medalha de ouro inédita ao Brasil”, disse.

Apesar de atuar numa função mais defensiva, Romário não se nega a participar dos ataques da equipe.

“Posso jogar muito pelas alas, já fui muito tempo de uma função de ataque, agora, como pivô, ajudo sempre que posso” explicou Romário.

Deixe seu comentário

Fonte gazetaesportiva.com

Recommended Posts

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *